Serenata (Ständchen)

Serenata (Ständchen)

                            Franz Schubert foi um gênio musical da Áustria e do mundo. Sua Ave Maria (Ave Maria de Schubert) que emociona cristãos e religiosos, tornou-se uma das canções mais conhecidas e famosas do mundo. Mas não fica somente por aí! Quando Schubert morreu precocemente aos 31 anos de idade, em 1928, o mundo perdia um dos seus maiores gênios musicais. Numa carreira que teve grandes paralelos com o de seu compatriota Wolfgang Amadeus Mozart, Schubert nunca obteve em vida o reconhecimento público que a posteridade revelou ser seu por merecimento e direito. Embora tenha deixado um legado inestimável de belíssimas composições, música sinfônica e de câmara, sua maior contribuição ficou na área das canções. Essa serenata que ora apresentamos, é uma das quatorze canções postumamente publicadas como “Schwanengesänge” que figura entre as mais amadas e ouvidas de todas as suas obras. Aqui vamos ouvi-la por dois expoentes da música mundial: Itzhak Perlman (violino) e Rohan De Siva ( piano).

Itzhak Perlman
Nascido em Israel e treinado na Juilliard, Itzhak Perlman é inegavelmente o virtuoso mais importante do violino e desfruta de um status de superstar raramente concedido a músicos clássicos. Sua humanidade desarmante e seu charme, sua arte extraordinária e sua alegria irreprimível em fazer música também fizeram dele um dos artistas mais amados do mundo.

Perlman é um destinatário do Kennedy Center Honors em reconhecimento por sua contribuição para a vida cultural e educacional da nação. Ele também recebeu a Medalha Nacional de Artes, juntamente com 15 prêmios Grammy e quatro prêmios Emmy. Nascido educador, ele dirige seu próprio programa Perlman Music e também tem uma cadeira de professor em sua alma mater, a Juilliard School.

Perlman dirigiu a Filarmônica de Berlim, a Filarmônica de Israel, a Orquestra da Filadélfia, a Orquestra Sinfônica Nacional, a Filarmônica de Nova York e muitas outras grandes orquestras do mundo. Como solista, ele colaborou com John Williams e Steven Spielberg na lista de Schindler’s. Itzhak Perlman traz seu amado violino por uma noite apenas neste retorno antecipado ao Centro de Arsht.

Rohan De Silva

É um pianista do Sri Lanka. Inicialmente estudou no Isipathana College , Colombo e mais tarde ele migrou para o exterior para estudar na Royal Academy of Music, em Londres e na The Juilliard School, em Nova York, enquanto trabalhava em estreita colaboração com o pedagogo de violinos Dorothy DeLay. Ele recebeu inúmeros prêmios e bolsas de estudo, incluindo um prêmio especial como Melhor Acompanhante no IX Concurso Internacional Tchaikovsky de 1990, em Moscou. No ano seguinte, De Silva ingressou na faculdade de artes de música colaborativa e de câmara da Juilliard School. Em 1992, ele foi agraciado com honorário associado da Royal Academy of Music. Seus créditos de rádio e televisão incluem The Tonight Show, Showbiz Today da CNN, NHK Television no Japão, NPR, WQXR e WNYC em Nova York, e Berlin Radio. Gravou para a Deutsche Grammophon, a CBS / Sony Classical, a Collins Classics em Londres e a RCA Victor.

 

Josias Cavalcante

One thought on “Serenata (Ständchen)

  1. A existência humilde que experimentou o grande compositor Franz Schubert em certos períodos de sua vida e que o impediu de ter seu próprio piano levou-o a usar o de seus amigos e a entreter diversos eventos sociais que lhe permitiram divulgar e vender sua música; assim testemunham vários esboços expostos no museu da audição, do som e da música em Viena.
    Schubert costumava escrever rapidamente pequenas peças de música que não conseguia nem fazer a revisão e já eram publicadas.
    “Ele andava para cima e para baixo com o livro na mão,… de improviso sentava-se por um minuto, e à velocidade de quem prepara uma batida, a balada já estava composta”, descreveu um de seus amigos, Josef von Spaun, relativo ao Lieder “O Rei dos Elfos” (Erlkonig) com letra de Goethe, de acordo com uma biografia de Igor Principe.
    Franz Schubert recebeu os ensinamentos de seu pai, um mestre da escola, numa época de prestígio. Participou aos 11 anos de uma audição de cantores do coro da Capela Real de Viena e imediatamente chamou a atenção.
    Sua obra é plena de beleza e emoção. Sua Ave Maria é sublime, assim como Serenata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *